terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Ele é morno

Ele é morno
Ele tem medo de amar
Ele é morno
Ele não sabe se doar.

Ele é teimoso
Ele não entende de amor
Ele é jocoso ( e indecifrável )
Ele não sabe de amor.

Esse menino marrento e genioso
Que não sabe de amor e de dor
Que desconhece o plural ( nós )
E vive ... só.

Esse menino durarão que as vezes parece faltar coração
Não aprendeu o amor
Ele diz que é por medo
No teu coração tem segredos que ninguém vai saber... Ninguém!

Seu coração é blindado
E com isso ele não provará do amor
O amor bom, que faz bem ...

Ele seguirá só ...

Sem ilusões e sem emoções ...

Afinal ... Ele é morno!

*** Tributo/homenagem à um amigo que não sabe de amor

3 comentários:

juliomenezes disse...

Ele não sabe e talvez nunca saberá o que é ser FELIZ de verdade, a não ser que mude, esquente!

Pâmela Gonçalves disse...

to amando e me identificando..palavras sabias...

Adriana Menezes disse...

Obrigada pelos comentários. Bjos !